Adoro bolos secos, não muito doces e de preferência com frutas secas (amo todas), para tomar com chá. Então lembrei do bolo inglês. Uma vez, viajando pelo Reino Unido, fiz um ranking do melhor bolo inglês. O curioso é que o bolo inglês de Londres era totalmente diferente do servido em Oxford, e muito parecido com os que provei em cidades escocesas como Glasgow ou Edimburgo. O de Oxford era o melhor – mais molhadinho, menos doce e com mais nozes. Perguntei à dona do café o motivo, e a resposta foi: “É porque a receita é minha”. Infelizmente, não fui presenteada com a receita, então resolvi fazer uma versão das que encontrei na internet. Ficou boa, mas da próxima vez colocaria mais manteiga (ou margarina, dobraria a quantidade) e frutas secas, prinicpalmente as nozes. It’s up to you.

Bolo perfeito para o chá da tarde. Seja generoso com as nozes.

 

 

 

 

 

 

 

 

Ingredientes

4 ovos separados

2 x de açúcar

2 colheres de sopa de margarina

3 x de farinha de trigo

1 x de leite

1 colher de sopa de fermento

200g de frutas secas picadas

Preparo

Unte uma forma para bolo inglês com manteiga e farinha. Bata as claras em neve e reserve. Pré-aqueça o forno a 200°C e pique bem as frutas, ou bata levemente no liquidificador até que fiquem trituradas. Com a batedeira, bata as gemas e o açúcar até formar um creme lisinho. Acrescente a farinha peneirada, o leite e a margarina e continue batendo até que a massa fique encorpada e homogênea. Com uma colher, misture as frutas secas, a clara em neve e por último o fermento. Asse em fogo médio por + ou – 30 minutos ou até que doure e a massa se desprenda das bordas.

Bata bem a massa para que fique bem fofinho

 

 

Anúncios