Arquivos para categoria: Uncategorized

Ingredientes

2 latas de atum em pedaços

250 ml de leite

5 colheres de sopa de farinha de trigo

4 ovos separados

1/2 x de azeite de oliva

1 cebola média picada

2 tomates picados

1 dente de alho esmagado

suco de 1 limão

sal, pimenta do reino, noz-moscada, salsinha e cebolinha

1 colher de chá de fermento em pó

6 azeitonas pretas grandes descaroçadas e picadas

Preparo

Doure a cebola e o alho no azeite. Junte o tomate picadinho, os temperos e refogue. Acrescente o atum, a azeitona, o limão e por fim a salsinha e cebolinha. Refogue até secar um pouco o caldo que se forma. Deixe esfriar.

Unte uma forma grande com manteiga e farinha. Bata as claras em neve. Numa tigela grande, junte as gemas, a farinha e o leite e bata com a batedeira até formar um creme homogêneo. Misture o refogado de atum e as claras em neve. Por último, acrescente o fermento, mexa delicadamente e asse por cerca de 40 minutos ou até que a torta fique dourada e desgrude levemente das bordas.

Quente ou fria, fica uma delícia com salada.

Anúncios

Nada a ver com essa enganação que a gente compra pronta no mercado, que de coco tem apenas a essência artificial. Para quem realmente gosta de coco – como eu – , eis um bolo de verdade.

A Seven Boys que me perdoe, mas isso sim é um bolo de coco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bolo de coco

3 ovos (separar as gemas da clara)

2 e 1/2 x de farinha de trigo

2 x de açúcar

3 colheres de sopa de manteiga

1 pacotinho de coco ralado

1 vidro de leite de coco 200ml

1 colher de sopa de fermento

Preparo

Unte uma forma de bolo inglês com manteiga e farinha e pré-aqueça o forno a 200°C.  Bata as claras em neve e reserve. Em outra tigela, misture as gemas, o açúcar e a manteiga e bata bem até formar um creme.  Acrescente a farinha de trigo e o leite de coco e continue batendo. Por fim, misture bem o coco ralado e as claras em neve, e adicione o fermento, mexendo delicadamente. Asse por aproximadamente 35 a 40 minutos, ou até que espetando um palito de dentes ele saia seco.

O segredo é uma clara bem batida

Forme um creme com as gemas e o açúcar

Hamburguer + gorgonzola = combinação perfeita (exceto para quem é kosher…). Mas eu prefiro o feito em casa. É tão simples que dispensa receita, mas como é um dos pratos prediletos das meninas, vale o post.

Uma imagem vale mais que mil palavras

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Hamburguer caseiro

1/2 kg de carne moída

1 colher de café de alho triturado

1 colher de sopa de farinha de rosca

1 colher de sopa de margarina

pimenta a gosto (gosto mais com Tabasco)

1 ovo

Rende 8 unidades

Preparo

Numa tigela, misture bem os ingredientes com um garfo, até ficar homogêneo. Faça bolas na palma da mão e achate. Aqueça a frigideira com um fio de azeite ou chapa de ferro (gosto muito da grelha mineira, que dispensa gordura) e doure por + ou – 2 minutos cada lado. Amasse o gorgonzola com um garfo, amoleça no microondas (cerca de 20 segundos) e sirva sobre o hamburguer. No pão, usei maionese light (caseira!).

A farinha de rosca dá firmeza à carne

Faça uma almôndega grande

 

 

 

 

 

 

Aqueça bem a chapa

Doure 2 minutos de cada lado

 

 

 

 

 

 

Amasse o gorgonzola

Sirva em pão de hamburguer

Hoje foi uma quarta-feira típica, como ocorre em toda santa quarta-feira: não tinha nada na geladeira. Ou melhor, tinha, um monte de restinhos – duas colheres de carne-moída refogada, oito fatias de mussarela, quatro de peito de peru, dois ovos, um tomate, algumas folhinhas de alface. Era tudo. Em dias assim, nada melhor que uma panqueca. Essa receita rende 10 panquecas, e fui recheando com tudo o que tinha, inclusive doce de leite, para a sobremesa.

Essa é de queijo com peito de peru. Leve, sim. Mas gostosa, por favor!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Panqueca

250 ml de leite

1 ovo

1/3 xícara de óleo de milho

4 colheres de sopa de farinha de trigo

1 colher de café (rasa) de sal

Preparo

Bata tudo no liquidificador. Esfregue azeite no fundo da panquequeira (ou frigideira rasa e pequena) e aqueça. Use  1/2 concha de massa de cada vez . Doure dos dois lados. Recheie com o que tiver vontade – ou o que tiver na geladeira.

Use 1/2 concha de cada vez.

Quando a borda descolar é hora de virar

%d blogueiros gostam disto: